o hinduismo

A pedido de muitos leitores e pessoas que acompanharam os primeiros artigos desse blog, eu estou aqui para tratar de um dos assuntos mais falados em relação a Índia que é a sua religião. Bem, esse conjunto de praticas religiosas originário e predominante na Índia até hoje que é conhecido como hinduísmo é responsável pela maior parte dos hábitos culturais do país.

O Hinduísmo é hoje a terceira maior religião em número de fieis ficando atrás apenas do cristianismo e islamismo.  Das religiões atuais o hinduísmo é a religião mais antiga, pois essa crença existe desde cerca de 1500 AC. O hinduísmo não possui nenhum fundador e nenhum tipo de organização central, a maior parte das crenças hinduístas vem de um conjunto de escritos sagrados conhecidos como vedas,

O hinduísmo venera vários deuses, ao todo a religião cultua cerca de 330 mil deuses, porém todas essas divindades são representantes de um único deus conhecido como Brahman que se acredita estar presente em todo o universo. Entre os principais deuses do panteão hindu estão Brahma( Deus da criação), vishnu(deus da preservação), Shiva(deus da destruição e regeneração), essas três divindades fazem parte de uma trindade conhecida como trimûrti.

Um dos conceitos mais famosos do hinduísmo é o karma  que ser for traduzido literalmente significa ato, obra ou feito. O karma é o compreendido como o resultado de nossas ações do passado, pois para os hindus  tudo aquilo que o homem faz de bom ou de ruim voltará para ele ou seja se um homem machuca ou prejudica alguém isso gerará um karma e esse homem será prejudicado ou machucado no futuro, já se ele beneficia as outros, a lei do karma garante que ele será beneficiado no futuro.

Um outra crença hinduísta importante é a reencarnação e isso tem uma ligação direta com o karma, pois os hindus acreditam que muitos dos sofrimentos e benefícios que recebemos nessa vida tem haver com o karma gerado em outras vidas, pois para os hindus a alma é eterna e nasce várias vezes de diversos modos, pois no hinduísmo  acredita-se que após a morte de um homem, alma desse individuo poderá futuramente reencarnar em um corpo de humano ou até mesmo em um corpo de um animal.

Esse processo de reencarnação que segundo o hinduísmo os indivíduos estão sujeitos só irá terminar quando a alma chega em um estágio conhecido como moksha.  Para se chegar no moskha é necessário acreditar que a alma e o brahman são a mesma coisa, a partir dai a alma é purificada e fica livre do ciclo de reencarnações.

O hinduísmo é uma religião riquíssima cheia de histórias, conceitos e é a base cultural da índia, existe muito mais coisas que podem ser ditas sobre essa religião e eu prometo trazer para este blog mais conceitos e curiosidades sobre o hinduísmo. Se você quer conhecer mais informações sobre o hinduísmo, eu recomendo que assista um vídeo disponível abaixo que contém uma reportagem do Jornal da Globo sobre o hinduísmo. É só clicar no vídeo abaixo para conferir a reportagem.

a história da joia india

Se você tem algum contato com a cultura da Índia provavelmente já deve ter percebido a importância das joias para a cultura indiana. Pois é, não tem como não notar isso, pois as joias estão presentes em filmes, novelas, serie, livros e qualquer tipo de história que faça referência a índia e isso não é de agora, pois a importância das joias na Índia é algo milenar e que remonta praticamente toda a história da índia, pois desde de os tempos mais primitivo até os dias de hoje a joia tem grande importância para o povo indiano.

Até onde se sabe, a história das joias da índia tem início desde os tempos mais primitivos dessa civilização e com o passar do tempo a produção de joia na índia foi ficando cada vez mais rica e  durante o seculo III a.c a índia era líder de exportações de gema, nessa época a índia exportava principalmente diamantes.

Durante os tempos antigos, os indianos tinham o costume de se adornar com tornozeleiras, colares e aneis feitos de pedra bruta e metal, porém com o passar do tempo os indianos foram se aperfeiçoando na arte polir metais preciosos como prata e ouro e aos poucos eles também começaram a se dedicar na extração de pedras preciosas e semi preciosas.

O período tido como o mais rico da joalheria indiana foi o do império Mughal que durou entre os anos 1576 até 1761, pois durante essa época os ricos rajás usavam aqueles famosos turbantes com joias, além disso esses mesmos rajas adornavam joias em várias partes do corpo, pois havia quem usava as joias nas narinas, no pescoço e até entre os dentes.

As mulheres da época do império Mughal também usavam uma imensidão de joias e a quantidade era ainda mais numerosa do que a dos homens, pois só na cabeça elas usavam broches grandes e diademas de ouro com o objetivo de ornamentar os cabelos, além de muitos outros ornamentos para pés, tornozelo cintura, braço, testa, orelha, nariz e pescoço, já os brincos eram feitos de uma composição floral e eram adornados com rubis, diamante, perolas, filigranas e esmeraldas.

No decorrer da história indiana, a Índia foi governada por diversos impérios e cada um deixou um estilo diferente na produção e no uso das joias, como é o caso dos Mughals que tinha um estilo diferenciado para usar pedras preciosas e entalhes, já os Rajputs ficaram marcados pelo seu estilo de esmaltar joias. E assim com o passar do tempo novos estilos  de joias foram surgindo na Índia, fazendo com que a joalheria indiana fossa essa riqueza que ela é hoje.

o sari da india

Uma das vestimentas mais tradicionais e usada na índia é o Sari. Se você não sabe o que é isso, o sari é um tecido longo que é enrolado ao redor do corpo  de várias formas. O modo como o sari é enrolado e o tipo de tecido usado na sua produção depende da região da índia, sendo que em estados do sul indiano, onde  a temperatura media do ano é 35 graus utiliza-se o sari de algodão, já nos estados do norte, com é o caso de Kashmir utiliza-se com mais frequência o sari de lã e seda com o intuito de aliviar a baixa sensação térmica.

Outro fator que determina o tipo do sari que é utilizado é ambiente, pois em locais mais simples como na própria casa ou na feita costuma-se vestir saris básicos, já para ir em locais mais sofisticados ou visitar alguém especial costuma-se vestir os saris de seda, com bordados especiais ou com fio de ouro.

Em geral quem utiliza o sari indiano são as mulheres e a cor do sari representa o estado cível dela, sendo que durante a cerimonia de casamento a mulher veste o sari vermelho, pois a cor vermelha significa amor e paixão, já as viúvas vestem um sari com cor branca, pois o branco significa santidade e passividade e para as mulheres solteiras não existe uma cor especifica e por isso muitas solteiras usam um sari colorido.

 

27. Janeiro 2016 · Comentários fechados em O uso do véu na Índia pelas mulheres · Categories: roupas · Tags: , , , ,

 

véu india

Se você já viu um filme ou documentário sobre a Índia já deve ter reparado que grande parte das mulheres do país utilizam um véu na cabeça e esse tipo de vestimenta aparece em mulheres do país inteiro, porém o tipo de véu e o motivo varia em cada região da Índia.

Para começar, uma das principais formas de se usar o véu nos dias de hoje na índia não é por razões religiosas, por tradição ou por estética e sim para proteger da poluição. Sim, é isso mesmo, pois se você não sabe a índia é um dos países mais poluídos do mundo e para proteger dessa poluição muitos indianos colocam o véu no rosto para cobrir principalmente a boca e a o nariz.

Além dessa razão pratica ou até mesmo por puro estilo, o véu é usado pelas mulheres de acordo com uma tradição que é seguida principalmente na áreas rurais do país, segundo essa tradição as mulheres devem colocar o véu na cabeça quando estão em uma casa diante de um homem mais velho, em alguns casos ao invés de apenas colocar o véu na cabeça, as mulheres são obrigadas a fazer uma pratica conhecida como Ghoonghat em que elas colocam o véu para cobrir a cabeça inteira.

Outro uso frequente do véu é em relação ao sagrado, pois na Índia se costuma-se usar o véu em templos religiosos com o intuito de respeitar a divindade e por isso é muito importante que se você passear na Índia é importante usar um véu durante o passeio em locais religiosos, pois isso demonstra que você tem respeito pela cultura local.

Além dessas formas de se usar o véu, ele pode ser usado de muitos outros jeitos e para fins diferentes, além disso a tradição indiana  também reúne muitas outras vestimentas tipicas. Se você quer aprender na pratica uma das formas tradicionais de vestir na Índia, assista o vídeo abaixo onde é mostrado como vestir um sari indiano.